Ilha Terceira


Deve o nome ao facto de ter sido a terceira ilha açoriana a ser descoberta. Faz parte, juntamente com a Graciosa, Pico, Faial e São Jorge, do Grupo Central. O centro histórico de Angra do Heroísmo estende-se num rendilhado de ruas, ruelas, igrejas, palácios, casas senhoriais, monumentos, praças e jardins, que gerações abnegadas souberam preservar e manter até aos dias de hoje e que a UNESCO soube reconhecer, integrando o Centro Histórico de Angra do Heroísmo na lista de património mundial desde 1983.

Os vestígios da actividade vulcânica assumem na Terceira formas peculiares, espectaculares e facilmente visitáveis. Num mundo subterrâneo, destaque para o Algar do Carvão, resquícios de uma antiga conduta vulcânica que deslumbra pela sua imensidão espacial. Do seu tecto abobada pendem notáveis estalactites de sílica. A Gruta do Natal, um túnel lávico, maravilha pela sucessão de corredores estreitos, longos e pelas diferentes formas e cores que assumem as paredes, solo e tecto, transformando a gruta num local místico. À superfície, as Furnas do Enxofre são testemunho eloquente da força do vulcanismo Açoriano: a paisagem é dominada por fumarolas circundadas por terrenos de tons avermelhados que contrastam com o verde dos musgos e a outra vegetação.

Sobe-se ao Monte Brasil, sem se perceber que se calcorreia um antigo vulcão com origem no mar – o maior e mais bem preservado dos Açores – para desfrutar de uma das vistas mais fabulosas sobre a cidade e a baía de Angra do Heroísmo. Do cimo da Serra do Cume percebe-se a geometria dos infindáveis muros de pedra e sebes de hortênsia que recortam as pastagens da Terceira. Do miradouro do Facho onde reside o imponente monumento do Imaculado Coração de Maria tem-se uma panorâmica excepcional sobre a praia, marina e casario da Praia da Vitoria e de toda a planície das Lajes.

São muitas as piscinas naturais disponíveis: Porto Martins, Biscoitos, Negrito e Silveira são alguns exemplos. Pontas, promontórios e baías marcam igualmente a orla costeira da Terceira, com enquadramentos cénicos de rara beleza, como é o caso das baías das Quatro Ribeiras, da Salga, Mina e Fanal.

Gastronomia


A gastronomia da Terceira é afamada pela alcatra, geralmente de carne de vaca. O prato é típico por ser cozinhado lentamente num alguidar de barro, para apurar e espessar o molho. Acompanha geralmente com pão ou massa sovada. Este método de confecção é igualmente aplicado a outras iguarias: galinha, feijão, coelho, polvo e peixe. Na doçaria ganham destaque os bolos Dona Amélia, onde o mel de cana e a canela se associam a corintos e cidras. Diz a lenda que o nome está associada a passagem da rainha D. Amélia pela Terceira. Os coscorões, as cornucópias (com recheio de doce de ovos) ou o arroz doce complementam a lista de sobremesas.


Descubra Terceira


Passeio a pé – Mistérios Negros

(0)

Passeio a pé – Baías de Agualva

(0)

Natação com Golfinhos – Terceira

(0)

Excursão – Ilha Terceira

(0)